Transponder

Como usar o transponder em situações adversas?

Você já aprendeu com o Aviação Virtual Para Iniciantes o momento de acionar o transponder em modo Charlie e o de colocá-lo em stand by. Já viu também que, sempre que não houver controladores online, você deve manter o transponder em 2000 (pelo menos quando voando aqui pelo Brasil). Agora você vai ver os códigos específicos para as situações de emergência.


 

Transponder 7500: interferência ilícita

Transponder 7500Depois dos atentados de 11 de setembro de 2001, em Nova York, nos Estados Unidos, ambas as redes, IVAO e Vatsim, baniram o uso desse código transponder. Na aviação real, ele deve ser acionado quando houver interferência ilícita na cabine de comando. Em outras palavras: um sequestro do avião, por exemplo.

No virtual, jamais simule interferência ilícita, ou seja, jamais acione o transponder 7500. Isso é uma falta prevista no código de conduta das duas redes de simulação aérea online. Evite sofrer eventuais penalidades por causa disso.

Transponder 7600: falha de comunicação

Transponder 7600Este código deve ser utilizado quando você enfrentar algum problema de comunicação com os controladores. Por exemplo: se o Teamspeak não conectar na IVAO ou se você só recebe ruído na Vatsim.

Mas cuidado para não banalizar o seu uso, hem! O transponder 7600 deve ser utilizado somente em uma falha real e não por qualquer capricho seu. Até porque — você deve se lembrar — existe a possibilidade de se comunicar por texto com os controladores ou na Unicom.

Portanto, use-o com muita parcimônia, ok? E saiba também que, nas falhas de comunicação, o procedimento correto é o de pousar no aeródromo de destino, completando o seu plano de voo tal qual ele foi apresentado na origem.

Transponder 7700: emergência

Transponder 7700A simulação de emergências nas redes IVAO e Vatsim é algo bastante sensível. E, basicamente, por dois motivos. Primeiro, se o controlador pedir para você interromper a simulação, você deverá fazê-lo imediatamente. Segundo, se algum piloto reclamar, você também terá de interrompê-la imediatamente. É mais ou menos como aquele dito popular: “o seu direito termina onde começa o meu”.

Se o controlador (experiente, principalmente) ou o(s) outro(s) piloto(s) perceber(em) que você não está levando o negócio a sério ou executando a simulação da emergência da maneira atabalhoada, isso pode deixá-lo(s) um pouco “irritado(s)”, razão pela qual pode(m) pedir o encerramento da simulação. Pior ainda será, se perceberem que você está se valendo do transponder 7700 para ganhar prioridade de pouso, por exemplo.

Então, a dica que dou é muito simples: treine a emergência primeiro offline. Depois, ciente de tudo o que precisa ser feito para concluir o voo em segurança, tente fazê-la online. Mas faça de um jeito que não vá atrapalhar a diversão de outras pessoas. Ou seja, não simule emergência por simular. Execute os procedimentos corretos da aeronave para a falha em questão, evitando atrapalhar os demais usuários da rede.

Quando usar transponder 1200 ou 7000?

Estes códigos são equivalente ao 2000 no Brasil. Se não houver controlador online, você vai usar o transponder 1200 nos Estados Unidos. No caso do 7000, você o utilizará quando estiver em espaço aéreo de qualquer país europeu. Simples assim!

 



Inscreva-se no canal no Youtube



Sobre Felipe Faria

Tem 37 anos, é natural de Florianópolis e residente em Joinville. Apaixonado por surfe, música e aviação. Criou e mantém o site e o canal no YouTube Aviação Virtual Para Iniciantes para, principalmente, ajudar a quem está começando neste hobby.